domingo, 3 de abril de 2016

Comer semente de chia

Proteínas
O percentual de proteínas (19%-23%) da semente de chia, semelhante ao da lentilha (23%), ervilha (25%)
e grão de bico (21%) (OLIVOS-LUGO et al., 2010; IXTAINA et al., 2008), é indicativo para a sua utilização como fonte de nutrientes para animais e seres humanos, já que a semente contém todos os aminoácidos essenciais  necessários para a nutrição humana (RUPFLIN, 2011). As principais proteínas de sementes de chia são proteínas de armazenamento, representando cerca de 60%-80%
do total de proteína (SHEWRY, 2002), e sua análise é complicada pela heterogeneidade dos polipeptídeos e os diferentes comportamentos de solubilidade. As globulinas são as maiores frações na semente de chia (SANDOVALOLIVEROS e PAREDES-LÓPEZ, 2013).

O consumo de sementes de chia fornece inúmeros benefícios à saúde e as proteínas podem
ser disponibilizadas como peptídeos biologicamente ativos. Os peptídeos, em geral, podem desempenhar
diversas atividades, com base na sua composição e sequência de aminoácidos, tais como: imunomodulatória, antimicrobiana, antitrombótica, hipocolesterolêmica,
antihipertensiva e antioxidante, e o grau de hidrólise é o principal fator que afeta a atividade biológica nos
hidrolisados proteicos de chia. Segura-Campos et al. (2013) verifi caram que a inclusão dos hidrolisados de
chia, de 1 e 3 mg.g–1 em pão branco e creme de cenoura, aumentou a atividade antioxidante e atividade inibitória da enzima conversora de angiotensina I, sem afetar notavelmente a qualidade do produto. Mas nenhuma atividade antimicrobiana foi observada nos hidrolisados de chia, uma vez que o elevado grau de hidrólise (16,1%  a 43,8%) resultou em menor comprimento da cadeia de seus peptídeos constituintes, impedindo-os de desintegrar a membrana da célula microbiana.  massa muscular

garcinia cambogia para emagrecer
garcinia cambogia emagrece
garcina camboja
garcina cambogia preço O isolado proteico de chia apresenta valores de capacidade de retenção de água e óleo de 4,06 g.g–1 e  4,04 g.g–1, respectivamente, o que sugere uma elevada proporção de resíduos hidrofóbicos. Considerando-se  estas propriedades, proteínas de chia têm potencial para utilização como ingrediente funcional em muitas aplicações alimentares, tais como salsichas e emulsões alimentares (OLIVOS-LUGO et al., 2010). A fração  protéica da farinha de chia pode ser explorada como um ingrediente nutricional atraente em produtos alimentícios processados, principalmente devido à tendência dos consumidores na escolha de alimentos associado à saúde
e bem-estar. A proteína isolada a partir de fontes vegetais é de interesse devido a sua utilização como ingredientes com propriedades funcionais (PAREDES-LÓPEZ et al., 1985; SEGURA-NIETO et al., 1999).  testosterona     saude sexual

Fibra alimentar  testosterona livre
A alta quantidade de fibras da semente de chia (34,6%) pode aumentar a saciedade e diminuir o consumo
de energia (OLIVOS-LUGO et al., 2010; AYERZA et al., 2002). A sua ingestão também tem efeitos benéfi cos  para a superação de fatores de risco associados ao aparecimento de várias doenças crônicas, além de muitas doenças de importância para a saúde pública como a ob esidade, doenças cardiovasculares e diabetes do tipo 2 (OLIVOS-LUGO et al., 2010).

comprar garcinia
garcinia preço
garciniacambogia
emagrecer com garcinia Quando mergulhadas em água, as sementes de chia exsudam um gel transparente mucilaginoso que
permanece fi rmemente ligado à semente. No epicarpo da semente encontram-se células que produzem
mucilagem quando umedecidas. Ao entrar em contato com a água, o epicarpo incha, a cutícula se rompe ao
esgotar a sua elasticidade e o conteúdo das células verte como mucilagem circundando toda a superfície
da semente (IXTAINA et al., 2010). Esse gel é composto essencialmente de xilose, glicose e ácido glicurônico, formando um polissacarídeo ramifi cado de alto peso molecular (0,8-2x10–6 Da) (LIN et al., 1994).

Nenhum comentário:

Postar um comentário